Sociologia, 2º ano – AULA 5: Castas, Estamentos e Classes Sociais

Dividir e classificar, tarefa de toda ciência. A biologia separa as espécies vivas em reinos, filos, ordens e etc. A matemática tem seus conjuntos de números (tem um que é o dos números imagiários! Sensacional, não? E eu que pensava que todo número era imaginário…).

Weber, morto.

Também a sociologia faz classificações, ou melhor, estratificação social. Toda classificação está sujeita a ser alterada, conforme se descubra critérios melhores, e no aso da socioliga também estes critérios podem ser alterados. Essa aula nos apresenta três grandes categorias de estratificação social, classe, status e partido, conforme definidas pelo sociólogo alemão Max Weber num texto chamado (!) Classe, Status e Partido. O.o

De acordo com Weber, cada uma dessas classificações envolve formas diferentes de poder, seja ele econômico, de honra ou político. A categoria de partido é a que menos aparece na sua apostila, por isso coloco algumas por enquanto algumas coisas aqui para pensarmos, mas voltaremos a este tema no 3º bimestre ao falarmos de política.

Antes disso, contudo, deixa eu postar os cometários aos exercícios: Sociol Aula 5 – exercícios

E o esquema detsa aula: Aula 5 – Estratificação Social

A organização em partidos permite uma participação diferenciada na vida política de uma sociedade. Claro que você ao votar participa da política, mas elegendo aqueles que irão representar seus interesses nas esferas de poder do país. Os partidos são as organizações que permitem às pessoas competir e ingressar pelos cargos políticos. Cada partido reúne um conjunto geral de ideias que pretende defender no cenário político as quais seriam os interesses compartilhados por seus membros (claro que no cotidiano prático da política as coisas não são tão rígidas).

Nesses nossos tempos interessantes, pudemos ver em alguns países da Europa o surgimento de Partidos Piratas! Har, Har! Veja essa notícia: http://blogs.estadao.com.br/link/piratas-no-poder/

De modo bem geral são partidos cuja preocupação central é a defesa de interesses ligados ao uso e a liberdade na internet. Daí podemos passar para temas como censura, direitos autorais, crimes sem legisalção específica, entre outras demandas que o mundo da internet tem. A ideia surgiu na Suécia e se espalhou. Na Alem

anha eles tem crescido muito  conseguiram algumas vitórias já! A ideia também já chegou ao Brasil, veja só: http://partidopirata.org/

“Direito de voto para TODOS os berlinenses. Independente de idade ou origem. Vote Piratas.”

Você votaria no Partido Pirata? Ou gostaria de fundar um outro partido?

“Não confie em nenhum cartaz. Informe-se. Vote Piratas.”

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s